quinta-feira, 17 de março de 2011

Contabilizando as mortes após a tragédia japonesa.E a luta para se evitar mais mortes por causa da radiação continua!

Japão contabiliza oficialmente 5.583 mortes e o número de desaparecidos já passam de 9.000.


Além disso,o risco de um acidente nuclear com grandes proporções aliado ao medo e a insegurança da população,causa a retirada em massa dos japoneses,sem contar que as informações passadas pelo governo sobre a situação da explosão do reator da usina nuclear são consideradas pela população um tanto quanto evasivas,aumentando ainda mais o medo de uma tragédia maior.


Nesta quinta-feira o Japão voltou a utilizar um helicóptero para jogar água sobre o reator 3 superaquecido na usina nuclear de Fukushima,já que ontem quarta-feira,o alto nível de radioatividade na usina impediu a aproximação dos enviados para tentar resfriar o combustível que ameaça entrar em fusão,obrigando o adiamento da operação.


A França está enviando aviões carregados com produtos químicos que podem evitar uma catástrofe ainda maior.
Este produto seria um elemento químico que atrasa o processo de fusão nuclear,que é a grande ameça considerada pelos especialistas.


Esta preocupação dos especialistas tem fundamento,já que,conforme analisado por eles a nuvem de radioatividade causada pela explosão na usina Fukushima pode chegar a Europa na próxima semana e apesar de estimativas constatarem que esta nuvem de radioatividade não será nociva à saúde,o alerta continua.


Fontes: www.g1.globo.com.br    e  www.ultimosegundo.ig.com.br


COMENTANDO:


Apesar da tentativa desta quinta-feira de resfriar o reator da usina,não foram verificadas alterações significativas de resfriamento.


O país continua em alerta e buscando formas de tentar controlar esta situação,antes que uma tragédia com maior proporção possa afetar a região e causar mais danos a população.


O chefe de gabinete Yukio Edano disse aos jornalistas que a missão continuará nesta sexta-feira,em um esforço para se evitar qualquer liberação maciça de materiais radioativos no ar.


Fonte: http://english.kyodonews.jp











terça-feira, 15 de março de 2011

Número oficial de mortos no Japão já ultrapassa 2.400

"TÓQUIO (AFP) - A polícia informou nesta terça-feira que o número oficial de mortos no terremoto e tsunami que devastaram o Japão já ultrapassa 2.400.

Segundo a Polícia Nacional, 2.414 mortes estão confirmadas e há 3.118 desaparecidos, além de 1.885 feridos.

Na segunda-feira, a polícia informava 1.647 mortos na catástofre que devastou o nordeste do país.

O chefe da polícia de Miyagi, uma das regiões mais afetadas pelo tsunami, estimou que há mais de 10 mil mortos na zona."



COMENTANDO:

 Como se não bastasse o sofrimento e o desespero de vivenciarem esta enorme tragédia em seu país,a população japonesa ainda vive a dor e o sofrimento de buscar por notícias de amigos e parentes desaparecidos;o reconhecimento de seus mortos;a volta para casa (quando se pode voltar para casa,porque a maioria dessas casas nem existe mais) além das piores das preocupações no momento: A radiação nuclear que ameaça o país.

"TÓQUIO (AFP) - A crise nuclear que envolve o Japão desde o tsunami de sexta-feira passada se agravou nesta terça, com um incêndio no reator Nº 4 da central de Fukushima 1, onde o nível de radiação subiu "consideravelmente".
O primeiro-ministro japonês, Naoto Kan, pediu à população que não saia de casa e que adote medidas de proteção contra a radiação em um raio de 30 km em torno da central nuclear."

Fico me perguntando:

 -Será que o Japão conseguirá se reerguer?
E caso isso aconteça,quanto tempo levará para que o país consiga se estabelecer novamente e quem sabe continuar com seu posto de uma das maiores potências mundiais?

É uma pergunta no momento sem resposta e acredito que só o tempo poderá nos responder!

Boa sorte aos japoneses e que eles tenham forças para superar tamanha tragédia!

Por: Cátia Rodrigues


segunda-feira, 14 de março de 2011

Boas idéias surgem das formas mais inusitadas aos nossos olhos!

Ciclistas realizam pedalada pelada em São Paulo:

Cerca de 250 e pessoas participaram na  noite de sábado (12/03/2011) de uma pedalada pelada na Avenida Paulista região central do estado de São Paulo.

O movimento teve início por volta das 18:00 hs,com um pequeno grupo de 50 pessoas e durou até às 22:40 com um total de 250 participantes,onde todos participaram nus,com peças íntimas ou com os corpos pintados.

Esta foi a forma que essas pessoas encontraram para chamar atenção e fazer um alerta em relação a fragilidade das bicicletas no trânsito de todo país,através do movimento em versão nacional World Naked Bike Ride.

World Naked Bike Ride é um movimento internacional pacífico para reivindicar melhores condições para o uso das bicicletas.

Fonte:




COMENTANDO: 

Parabéns pela iniciativa destas pessoas e principalmente pela coragem  de enfrentarem uma temperatura de 22°c,durante a manifestação.

Iniciativas assim,apesar de inusitadas aparentemente são sem dúvida um exemplo a ser seguido.

Semana passada mesmo falei aqui no blog sobre a falta e a importância de se fazer campanhas ativas e eficazes para chamar a atenção dos nossos políticos e administradores municipais,estaduais e federais para a criação de ciclovias e a melhoria das pouquíssimas que já existem em nosso país.

O movimento chama atenção para a preocupação com os nossos ciclistas,onde centenas morrem devido a falta de ciclovias adequadas e o desrespeito no trânsito por parte de alguns motoristas que acreditam que o trânsito foi feito apenas para eles,mas que também deve levar em conta que esta mesma fragilidade se refere aqueles ciclistas que insistem em não enxergar os riscos e acabam sendo tão imprudentes quanto alguns motoristas.

Fica aí o recado desta galera nota 10 que soube reivindicar seus direitos de maneira passiva e exemplar para todos que acreditam assim como eu que,a partir do momento que aprendermos a reivindicar nossos direitos e cumprir corretamente nossos deveres,viveremos em uma sociedade mais tranquila e digna.

Por: Cátia Rodrigues





domingo, 13 de março de 2011

Mais uma ameaça deixa o Japão em alerta!

Vulcão lança cinzas e pedras a quatro mil metros de altura no Japão.

Shinmoedake voltou à ativa em janeiro de 2011,após 52 anos em repouso.

Ele está a cerca de mil quilômetros da região afetada por tremor e tsunami.


Em matéria publicada no G1 hoje: "Um vulcão situado no sudoeste do Japão,voltou a lançar cinzas e pedras a uma altura de 4 mil metros, depois de duas semanas de relativa calma, segundo as autoridades."


COMENTANDO:

Como se já não bastasse aquela região sofrer tanto com o terremoto seguido de tsunami,agora a população tem que se preocupar com o vulcão que resolveu despertar para apavorar ainda mais o Japão.

Será que este despertar do vulcão tem alguma coisa relacionada com a passagem do tsunami?

Eu acredito que devido ao terremoto de grande intensidade na região,o vulcão pode sim ter se despertado após os abalos sísmicos.


Uma vez que o tsunami ocorre em regiões vulcânicas,acredito que ambos estejam interligados,apesar de não ser especialista no assunto.
Taí um bom tema para se estudar e se aprofundar,agora fiquei curiosa sobre a possível interligação ou não do tsuname,terremoto e vulcão.

Tomara que mesmo cuspindo cinzas e pedras a quilômetros de distância,este vulcão não piore ainda mais a situação do Japão,que ainda tem que se preocupar com o vazamento radioativo das usinas atingidas pelo tsunami.

Resta ficar aqui na expectativa,torcendo e rezando muito para que tudo se resolva e que os sobreviventes possam ao menos retornar a sua vida de forma digna.

Se você tem algum parente ou amigo que vive ou estava no Japão durante esta tragédia,você pode se informar através do Consulado Brasileiro,pelos telefones:

Consulados e representações do Japão no Brasil:
Belém - (91) 3249-3344
Brasília - (61) 3442-4200
Curitiba - (41) 3322-4919
Manaus - (92) 3232-2000, 3232-8582
Porto Alegre - (51) 3334-1299
São Paulo - (11) 3254-0100
Recife - (81) 3207-0190
Rio de Janeiro - (21) 3461-9595

Observação: O embaixador pede que os contatos sejam feitos preferencialmente por email,uma vez que as linhas estão congestionadas,devido ao grande número de pessoas pedindo informações sobre amigos e familiares.
O email de contato é : comunidade@brasemb.or.jp