terça-feira, 17 de agosto de 2010

OPORTUNIDADES!

A GERDAU está com inscrições abertas até o dia 1° de setembro de 2010,para o programa FUTURO GERDAU TRAINEES 2011.
Maiores informações acessem o site: http://www.gerdau.com.br/carreira/jovens-profissionais-programa-de-trainees.aspx.


Abertas incrições até o dia 12 de setembro,para o curso gratuito de petróleo e gás.Os candidatos desempregados receberão bolsa auxílio mensal.
Maiores informações acessem o site: http://www.prominp.com.br/data/pages/8A954884253212CE01253228AF002026.htm

A SAMARCO prorrogou as inscrições para a Pesquisa Profissional Samarco até o dia 22 de agosto (sábado) pela internet.
Podem participar pessoas com idade a partir  de 16 anos residentes nas regiões de: Ouro Preto, Mariana, Catas Altas, Santa Bárbara, Bento Rodrigues, Antônio Pereira, Brumal e Cubas.
Maiores informações acessem o site: http://www.samarco.com.br/




segunda-feira, 16 de agosto de 2010

SERIA O CAOS ATMOSFÉRICO?


Seria essa a melhor definição,para essa onda de eventos naturais ao redor do mundo?

O que se vê de um lado são grandes inundações,devastando cidades e matando milhares de pessoas.Enquanto isso,do outro lado os incêndios destroem tudo que veêm pela frente,destruindo,matando,em diversas partes do mundo!

É intrigante como um único planeta pode ser assim tão adverso!

Para uns seria talvez sinais do fim do mundo,para outros são consequências da destruição ambiental e o tão temido aquecimento global,enquanto para a maioria são apenas desastres,desde que não atinjam seus lares!

Só sei que cada dia que passa fica mais difícil respirar,o ar está carregado devido a tantas queimadas,crianças e idosos são os que mais sofrem com todo esse caos atmosférico!
A umidade relativa do ar fica cada dia pior,nos obrigando a mudar nossos hábitos.
Se mudássemos por bem nossos hábitos,não seria necessário mudá-los por mal.Já que prevalece a lei do "São Tomé",só se acredita vendo!

Até alguns anos atrás,a meteorologia era praticamente previsível.Hoje em dia,divulgam o clima dos estados de manhã,definindo determinada temperatura,mas no decorrer do dia já não podemos confiar totalmente nestas previsões.Na dúvida,leve sempre um casaco e um guarda-chuva na bolsa,por mais calor que esteja fazendo.

A situação está se invertendo: onde fazia calor demais tem recebido chuva em maior quantidade,ventos muito mais fortes do que os habituais.
As regiões onde o frio sempre prevaleceu,tem ficado cada dia mais quentes e ao mesmo tempo sendo alvo de enormes tempestades.

Enquanto para uns o fogo chega na maioria das vezes de forma criminosa,acompanhado do clima seco;para outros a chuva deixa de ser uma benção e passa a se tornar um desastre devastador de algumas regiões!

Para onde irmos?O que fazermos?A quem pedirmos ajuda?
São inúmeras perguntas que se perdem diante a tanto sofrimento da humanidade"

Se até um tempo atrás terremoto e tornado eram "privilégio" de alguns países,hoje a história muda totalmente de rumo,afinal,até no Brasil já tivemos terremoto,sem contar as ínumeras tempestades com ventos a mais de 100 km por hora na região sul do país que tem sido cada dia mais constantes.

Com isso,enquanto as matas são devastadas pelas queimadas,a nossa respiração fica ainda mais sensível.
As pessoas que sofrem de problemas respiratórios como rinite,sinusite e asma estão entre as  mais afetadas e sentem na pele esse sofrimento,já que lutam para levar uma vida razoavelmente suportável,com a umidade relativa do ar estando normal,diga-se de passagem,certamente com essa umidade ameaçada, a situação se agrava ainda mais!

O que mais me preocupa,é que estamos em ano eleitoral,e o país fica praticamente paralisado á realidade diária de nossa população,uma vez que todos os focos se voltam para as próximas eleições!

Aí volto naquele mesmo questionamento:e a capacitação profissional?
Precisamos de mais pessoas preparadas para atuarem nesses casos emergenciais,mas não temos.E o pouco que existe,não é realmente valorizado como deveria.

Todo esse caos atmosférico é consequência de inúmeros fatores,desde a falta de uma educação ambiental ativa no cotidiano das pessoas,até mesmo a capacitação e valor dado aos profissionais,como bombeiros,brigadistas e outros mais,responsáveis pela amenização do sofrimento da população!
Enquanto a ajuda não chega,somos obrigados a conviver com os noticiários todos os dias divulgando essas tragédias,esse caos atmosférico,que só tende a piorar!


Do Yapoque ao Chuí,(do Brasil a Europa),da América do Norte a América do Sul,da Ásia a África,da Oceania a Antárdida,sem distinção de cultura ou raça,todos sofremos com essa trágica realidade!

Por: Cátia Rodrigues