sexta-feira, 16 de novembro de 2012

LOGÍSTICA REVERSA

LOGÍSTICA REVERSA nada mais é que, o tratamento genérico do fluxo físico de produtos, embalagens e materiais em geral desde o consumo até o local de origem.

Este tipo de logística já existia há alguns anos, porém o assunto não era abordado com tanto ênfase como nos dias atuais, onde a preocupação com a economia sustentável é de suma importância para a nossa sobrevivência.

Atualmente, existe uma constante preocupação das empresas, seja ela pública ou privada, em se tratando da comercialização do seu produto ou serviço, haja vista que uma empresa que se preocupa com o desenvolvimento e a economia sustentável, tem maiores chances de permanecer no mercado atual, já que os consumidores também se deram conta que é possível sim consumir de maneira ecologicamente correta e estão cada vez mais exigentes em se tratando de consumo consciente.

A logística reversa aborda alguns pilares de sustentação:


  • Conscientização;
  • Vida útil dos aterros;
  • Escassez de matéria-prima;
  • Política e legislação ambiental.



Imagem: www.google.com.br


A logística reversa tem como objetivos:
  • Retorno e recuperação de produtos;
  • Redução do consumo de matéria-prima;
  • Reutilização de materiais através da reciclagem;
  • Aumento da vida útil de aterros;
  • Economia e desenvolvimento sustentável.

Esta vertente da logística, encontra-se em constante crescimento e desenvolvimento, se tornando um grande potencial de negócios para as empresas e organizações, já que as políticas ambientais tendem ser cada vez mais exigentes.

O retorno do produto sujeito ao processo de devolução, deve ser realizado sempre que possível e pelo mesmo meio de transporte que foi feito a entrega do produto, deste modo, é possível otimizar a cadeia de abastecimento direta e reversa, rentabilizando o transporte ao máximo.

Imagem: www.google.com.br

Sem dúvida, a logística reversa torna-se uma grande aliada á busca pelo desenvolvimento sustentável, vindo a somar com a reciclagem dos produtos consumidos, através de um gerenciamento efetivo e de uma melhoria contínua nas empresas e organizações.

Todos saímos ganhando e não devemos pensar na logística reversa como um custo, e sim como um       investimento a curto, médio e longo prazo.


Fonte de pesquisa: Wikipédia


Por: Cátia Rodrigues 
Tecnóloga Ambiental
CRA/MG 06-001317/D


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada pela visita!Deixe seu comentário!